Quarta-feira, 28 de Maio de 2008

Meta final !

* Finalização do projecto:

  No nosso projecto, o casamento tradicional de rendas de bilros, está planeado para se realizar pelo menos uma vez por ano por algum casal interessado na ideia e o dia escolhido foi o 21 de Junho.

  A noiva se iria dirigir à igreja matriz num carocha com o padrinho, onde o noivo estaria à sua espera. Depois de realizado o casamento um familiar , antes de os noivos saírem da igreja , iria buscar o bolo e os respectivos noivos partilhariam com todos as pessoas que foram assistir ao casamento. De seguida, os noivos e seus familiares e amigos mais próximos dirigiram-se para a quinta das noivas e teriam o seu almoço e festejariam aquele dia tão feliz até as horas que entendessem!

 

*Cartaz:

 

* Impressão final:

Achamos engraçada a nossa participação no concurso nos Cidades Criativas, contudo muito cansativa. Fez com que nós reflectíssemos sobre a nossa cidade e , desta maneira, conhecê-la melhor. Deveriam continuar com este tipo de concursos.

 

 

* Futuro:

 

 

 

 

 

Daqui a 15 anos, a utilização das Rendas de Bilros será activa. As avós e mães voltarão a ensinar as suas netas e filhas a fazer estas rendas, como os nossos antepassados faziam. Então, os casamentos vão estar repletos de rendas de bilros, os vestidos de cerimónia, a Igreja, as casas dos noivos, etc. Enfim, daqui a 15 anos, a cidade de Vila do Conde devido das suas particularidades e tradições vai ser uma atracção aos turistas.

 

 

 

 

 

Sentimo-nos ...: satisfeitas pelo trabalho
Domingo, 18 de Maio de 2008

Bolo !

 * O bolo que se vai colocar na porta da igreja matriz:

 

 

Sentimo-nos ...:
Terça-feira, 13 de Maio de 2008

Vestuário dos noivos!

* O noivo irá com um fato classico e com um paninho de rendas de bilro no bolso do casaco;

 

 

 

 

 

 

 

* A noiva irá com um vestido e com um véu de rendas de bilros e como manda a tradição um ramo com flores brancas e vermelhas;

 

 

 

 

Vestuário das meninas de alianças!

* As pequenas levarão, obviamente, um vestidinho feito a base de rendas e levarão ao altar o cesto das alianças.

 

 

Vestuário para os Padrinhos

 

* O padrinho levará um fato clássico:

 

 

* A madrinha levará um vestido feito de rendas d bilros:

 

Terça-feira, 6 de Maio de 2008

Vestuário das Damas de Honor!

* As damas de Honor levaram um vestido feito a base de rendas de Bilros :

 

Vestuário para o Padre!

* O padre usará uma casula tradicional, ou seja:

 

Sentimo-nos ...:
Terça-feira, 29 de Abril de 2008

Decoração para a Quinta!

        * Para decorar o local da boda, a quinta das noivas, vamos utilizar:

# Para dar um ar alegre não só pelo casamento mas também pela época em si, um centro de flores para o centro de cada mesa;

 

 

 

 

 

 

 # Os guardanapos serão lisos;

                    

 

# As toalhas serão feitas a base de bilros, naturalmente (temos aqui algumas toalhas q poderão ser utilizadas);

 

 

           

 

                                

 

# E as cadeiras do salão serão enfeitadas da seguinte maneira:

                                             

Sentimo-nos ...: Decoradora !
Sexta-feira, 18 de Abril de 2008

Decoração para a Igreja !

 * Para decorar a nossa igreja matriz vamos utilizar:

# Um tapete vermelho em todo o corredor da igreja, desde a sua entrada até ao altar onde o noivo se encontrará à espera da noiva, com petalas de flores brancas nas alas direita e esquerda;

 

 

 

# Em cada banco da igreja utilizaremos uns laços, a base de rendas, com uma flor de girassol;

 

 

 

 

# Para a mesa so altar iremos por uma toalha de rendas de bilro;

 

 

 

...

@ A nossa igreja terá enfeites tradicionais mas muito simples e bonitos.

Sentimo-nos ...:
Quarta-feira, 16 de Abril de 2008

Cestinho das alianças <3

 

 Este será o cestinho onde os meninos das alianças levarão as alianças ao altar! E , obviamente, será com a presença de rendas de bilros!

Domingo, 13 de Abril de 2008

Lembrança para os convidados do casamento!

 

Estes saquinhos de sarrapilheira aqui representados na fotografia serão as lembranças para os convidados do nosso casamento. Se se reparar com muita atenção, o topo dos saquinhos estão bordados, e os nossos serão bordados a rendas de bilros.

Sentimo-nos ...:
Quinta-feira, 10 de Abril de 2008

Convites :D

 

O convite do casamento será assim a diferença é o tipo de laço,pois será a base de rendas !

Conseguimos esta fotografia graças ao comentário que recebemos de um site chamado "Guia da Noiva" .

Muito Obrigado pelo o comentário, desta forma conseguimos arranjar a fotografia e tirar mais ideias para o projecto!

Site que nos levou para lá: www.guiadanoiva.com

Site "Bago D'arroz" : www.bagodarroz.com

 

Sentimo-nos ...: Entusiasmadas !
Terça-feira, 8 de Abril de 2008

Locais para a cerimónia e boda !

Cerimónia: Igreja Matriz de Vila do Conde

                    

A Igreja Matriz de São João Baptista em Vila do Conde é, em termos de área utilizável, uma das maiores igrejas de Portugal. Embora a sua construção se tenha iniciado nos anos finais do século XV, em termos práticos, as obras decorreram, na parte mais significativa e definitiva, entre 1511 e 1514, no período em que as orientou o arquitecto biscainho João de Castilho.

Boda: Quinta das Noivas, Vila do Conde

 

 

 

 

Situada em Vila do Conde mais propriamente na freguesia de Togues criamos um espaço dinâmico personalizado e eficaz.

Terça-feira, 1 de Abril de 2008

O necessário para a realização do casamento!

* Personagens principais para o casamento:

-> A noiva e o respectivo noivo;

-> Meninos das alianças;

-> Padre;

-> Padrinhos;

-> Damas de honor.

*Convites:

-> com um laço de rendas de bilros colado ao envelope.

* Cesto das alianças:

-> O paninho do cesto será um de renda de bilros.

*Decoração:

->Igreja : laços a base de rendas de bilros, flores, tapete, toalha de rendas para o altar, ... ;

->Quinta das noivas: Toalhas, guardanapos, enfeites para cadeiras, tudo a base de rendas de bilros.

*Lembranças:

-> Saquinho de sarrapilheira, bordado com rendas de bilros no sei topo.

* Locais:

-> Igreja: Matriz de Vila de Conde;

-> Copo de Agua: Quinta das noivas de Vila do Conde. 

*Musica da igreja:

-> Marcha nupcial.

Sentimo-nos ...:
Terça-feira, 4 de Março de 2008

Um Património a Preservar! (:

   

    As Rendas de Bilros fazem parte da história do país e de Vila do Conde em particular.

São costumes e afectos, tradições e símbolos que nos diferencia culturalmente.
    Deixar morrer as Rendas de Bilros é abdicar da nossa história de saberes e técnicas adquiridas e desenvolvidas durante séculos.
   

    As Rendas de Bilros de Vila do Conde, enquanto artes populares vilacondenses  nunca mais virão a ocupar o lugar social e económico de outrora, mas a sua sobrevivência é possível por ainda apresentarem funcionalidade social e serem portadoras de memória e tradições enraizadas.

    Para que as rendas de bilros não sejam esquecidas existe a criação da Feira Nacional de Artesanato, a sua divulgação em certames nacionais e internacionais, a abertura do Centro de Artesanato, a criação do Núcleo Museológico, onde se encontra instalada a Escola de Bilros e uma Oficina de Produção – homenagem à mulher vilacondense, através da escultura de uma rendilheira – a criação da Associação para Defesa do Artesanato e Património  de Vila do Conde e a institucionalização do Dia da Rendilheira, no quadro da Feira Nacional de Artesanato e com este blog temos também por objectivo que este marco na história de vila do conde não seja esquecida.

    Por todo este empenho, as Rendas de Bilros de Vila do Conde são um Património Preservado e a Preservar.

Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2008

Entrevista a uma rendilheira profissional de Vila do Conde!

Aqui está a entrevista à rendilheira profissional que no dia 12 de fevereiro tinhamos combinado fazer...

 

 

  *Diga-nos o nome e idade.

Laurentina Estremina Miranda, 74 anos

  *Com que idade começou a fazer este trabalho?

5 anos de idade

  *O que a motivou a enveredar por esta profissão?

Foi por influência da minha avó paterna

  *Havia alguém na sua família que já fazia este tipo de artesanato?

A minha avó e algumas tias

  *Fale das suas dificuldades nos primeiros tempos.

As partes salientes das rendas

  *Quantas horas trabalha por dia?

2 horas por dia

  *Dá para viver exclusivamente deste trabalho, ou é um hobby (passatempo)?

É apenas um hobby

  *Um pequeno pano de mesa demora quanto tempo a fazer?

Um centro para uma mesa demora aproximadamente 20 horas

  *Como se tornou Rendilheira Profissional de Vila do Conde?

Morava perto da escola profissional de Rendas e interessei-me por elas

  *Costuma participar em feiras e outras actividades?

Na feira de artesanato de Vila do Conde

  *Acha que as pessoas apreciam o seu trabalho?

Penso que sim

  *Alguma neta/o seguiu as “pegadas” da avó?

Infelizmente não, a minha neta Margarida tem uma almofada mas não quer aprender

  *Vale a pena ser Rendilheira, hoje?

Não, apenas como passatempo.

  *Que conselho daria a quem quer começar?

Aprender, mas sem ser uma actividade a tempo inteiro, fazer da renda de bilros um passatempo, com muita pena, pois com isto pode morr

er a tradição.

 

Como se pode ver, as rendas de bilros estão mesmo a cair em desuso. É necessário nao deixarmos que a tradiçao acabe.

 

 

Sentimo-nos ...:
Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

Como divulgar o nosso projecto...

 

 

 

Para divulgar o nosso projecto , o nosso grupo decidiu fazer uns panfeletos. Estes serão entregues aos delegados de cada turma da escola. Tentamos tornar o panfeleto o mais atractivo possivel. Lá colocamos a explicaçao do nosso projecto, uma foto do grupo, o endereço do nosso blog e, para cativar mais os alunos, colocamos alguns jogos sobre rendas de bilros .

Desta forma , o nosso projecto ficará conhecido por toda escola.

Sentimo-nos ...:
Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008

Entrevista adiada !

Bem ... Hoje , tal como tinhamos combinado, teriamos uma entrevista com a guia do museu de Rendas de Bilros de Vila do Conde. Mas foi adiada, pois a guia teve uma urgencia e não nos pode dar a entrevista. Então ficou marcada para dia 26 de Fevereiro (próxima terça-feira).

Até breve

Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008

Dia cansativooo ...

Hoje, o nosso grupo andou por Vila do Conde. Na aula de A.P. tinhamos feito meia dúzia de perguntas para fazer aos habitantes da cidade , relaccionado com o tipo de projecto que estamos a desenvolver.

Não foram muitas as pessoas que nos responderam, ou porque não tinham tempo ou porque pensavam que o nosso grupo andava a pedir dinheiro .

Contudo, as pessoas que se disponibilizaram para tal, tentaram ser o mais utéis possiveis. O engraçado é que todas as amavéis senhoras que falaram connosco eram rendilheiras, já idosas e moravam no conselho de Vila do Conde. Nenhuma dessas rendilheiras usaram rendas de bilros nos seus vestidos e acessórios de casamento, preferiam antes fazê-las para familiares e/ou amigos.

Muito obrigado

 

Outro passo do nosso passeio por Vila do Conde foi : O museu de Rendas de Bilros !

Mais uma vez a guia e as próprias rendilheiras do museu mostraram-se bastante simpáticas e participativas.

 

Combinamos com a guia do museu, na próxima terça-feira (dia 19) uma entrevista. Onde, esta, iria também tirar umas fotocópias de uns livros que haviam lá no museu para nos orientarmos melhor .

Mais uma vez, OBRIGADO!

 

Sentimo-nos ...: Pronta para descançar!
Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

A combinar uma entrevista ....

Hoje, o grupo decidiu fazer uma serie de entrevistas, sendo que uma delas será a uma rendilheira profissional de vila do Conde.

A palestra a que nós assistimos foi motivo inspirador para esta nossa decisão. E graças a isso a nossa entrevista terá muito mais sucesso.

A entrevista será realizada esta sexta feira , 15 de fevereiro.

Mais tarde daremos mais promenores...

Grupos de Vila do Conde em destaque! :D

 

Tal como mensionamos no post anterior aparecemos em destaque no Jornal de Vila do Conde, motivo pelo qual fomos mencionados no blog das cidades criativas.

 

Sentimo-nos ...: Entusiasmadas!
Domingo, 10 de Fevereiro de 2008

No Jornal ... :)

Boaaas

O grupo Agora pensa, e os restantes grupos da turma 12g apareceram no Jornal de Vila do Conde.

Parece que os nossos projectos estão a ser bem vistos pela cidade. 

Ainda há muito que fazer .... 

Sentimo-nos ...:

Como se faz uma entrevista?

 

No dia 29 de Janeiro o nosso grupo das cidades criativas foi assistir a uma formação que teve lugar na nossa escola. Essa formação tinha como objectivo dar-nos conhecimento de como fazer uma entrevista. Esta formação vai-nos ser muito util porque como vamos precisar de fazer entrevistas para o nosso projecto, temos os conhecimentos necessários para que a mesma seja mais produtiva .

Quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2008

O que podes ver no Museu das Rendas de Bilros ...

No museu, ficas a conhecer a história das Rendas de Bilros ao longo do tempo. Pode-se ver desde as rendas muito antigas a outras mais recentes, usadas na decoração do lar e no vestuário.

 

Aqui existem também documentos e fotografias, almofadas e bilros portugueses e de países estrangeiros. Para além disso, existem todos os tipos de linhas usadas para se fazerem as Rendas de Bilros.

Mas nao é tudo. Na sala de exposições do Museu funciona uma oficina de Rendas de Bilros onde se pode admirar as rendilheiras a fazerem os seus belos trabalhos.

Aqui, desde 1919 também funciona a Escola de Rendas.

Assim, a arte de fazer Rendas de Bilros passa de velhos para novos.

 

 

* Mas  (perguntam) ... quantas pessoas têm que trabalhar, para que as rendilheiras possam fazer estas maravilhas?

São os carpinteiros que fazem os bilros e os cavaletes, as costureiras fazem almofadas, os agricultores cultivam o linho e o algodão e produzem a palha para as almofadas, os pastores que criam e guardam as ovelhas que dão a lã, os operários da industria têxtil que transformam os produtos dos agricultores e pastores em linhas e lãs, operários da indústria da cartonagem que fazem o cartão e os funcionários da indústria da cartonagem que fazem o cartão e os funcionérios da indústria metalúrgica que fabricam os alfinetes, as agulhas e as tesouras. 

 

Tanta gente, tantas profissões para que seproduzam estas autênticas obras de arte!

 

 

Sentimo-nos ...:

Porquê um Museu de Rendas de Bilros?

Para que se possa observar e aprender mais um pouco sobre a tão bonita arte de fazer as famosas Rendas de Bilros, mas também para se estudar esta arte e a sua história e ainda conservar as rendas e as suas tradições.

 

Sentimo-nos ...:

Materiais utilizados na arte das Rendas de Bilros...

Para se fazerem as Rendas de Bilros, vários materiais podem ser utilizados, tais como o linho, algodão, estopa, seda, lã, ou mesmo fibras sintéticas e fios metálicos.

Utensílios usados pelas Rendilheiras.

 

1-Almofada: Normalmente de forma cilindrica, cheia de palha ou fitas de carpinteiro, forrada de pano, sobre a qual a rendilheira trabalha.

2-Bilro: Peça de madeira ou outros materiais, formado por três partes: canela, onde a linha é enrolada, cabo e bola para facilitar o maniseamento.

3- Cavalete: Suporte da almofada, para que a rendilheira possa trabalhar sentada.

4-Pique: Cartão com um desenho, picotado, sobre o qual se executa as rendas.

5-Alfinetes: Pequenas hastes de metal, pontiaguda de um lado, para fixar os pontos à medida que a renda vai sendo tecida.

6- Agulha de arrastar: Idêntica à usada para fazer croché, é utilizada para puxar as linhas.

Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

Como apareceram as Rendas de Bilros em Vila do Conde ...

Fazer Rendas de Bilros nesta cidade é uma tradição que já vem de muito longe. São do tempo das lindas caravelas, construídas nos estaleiros de Vilda do Conde, e que participaram na Epopeia dos Descobrimentos.

As Rendas de Bilros terão sido trazidas no Norte da Europa pelos nossos marinheiros e comerciantes para o porto do rio Ave, que então mantinha com a Flandres importantes relações comerciais. Actualmente a região da Flandres situa-se na Holanda e na Bélgica.

Certo é que, desde o século XVI, se mantém viva essa tradição, e Vila do Conde é hoje o centro produtor de Rendas de Bilros mais importante do país.

O que são rendas de bilros?

 

Em resultado do contínuo cruzamento de fios, executado sobre uma almofada e com auxilio de bilros, as "Rendilheiras" Produzem um tecido rendado, com desenhos de formas genéticas, ou motivos vários, tais como flores, peixes ou conchas do mar.

Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008

Conhecer o Passado ... Preparar o Futuro! :D

Como no nosso projecto vamos tratar de Rendas de Bilros, é necessário mensionar os seguintes temas:

-> O que sao Rendas de Bilros?;

-> Como apareceram as rendas de Bilros em Vila do Conde;

-> Utensilios usados pelas rendilheiras;

-> Materiais utilizados na arte de Rendas de Bilros;

-> Porquê um museu de Rendas de Bilros?;

-> O que podes ver no Museu das Rendas de Bilros.

Sentimo-nos ...:
Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008

" Um aparte importante ... ! "

Bem, eu sei que isto nao tem nada a ver com o projecto Cidades Criativas, e o que aconteceu à minha cadelinha também nao estava no projecto da vida da minha irma, dos meus pais e minha. Infelizmente, a minha cadelinha, faleceu ontem (24 de Janeiro de 2008) com 12 anos, de doença e velhice. E como eu nao tenho blog nem hi5, pedi aos elementos do meu grupo para fazer uma pequena homenagem a minha cadela, e elas apoiaram!

 

 

 

Esta pequenina que se encontra no meu colo faleceu. Chamava-se Sissy. Ela veio para minha casa e tinha eu os meus 6 anos. Ela era extremamente importante na vida da minha familia, compreendia tudo. Obviamente que nao falava, mas era boa ouvinte... E quando alguém chorava ela conseguia com uma simples lambidela colocar um sorriso nos lábios dessa pessoa e de seguida "desafiava" para uma brincadeira.

Eu, todos os dias crio o meu projecto de vida... Aprendo todos os dias coisas novas, lido com vários tipo de pessoas, sei amar, sei respeitar, sei ouvir, sei que tenho o meu lado menos bom, mas nunca saberei dar uma prova de amor como esta cadelinha nos deu . Mesmo tendo dificuldades em andar, na hora em que sentiu que estava a partir, ela deslocou-se ao jardim de minha casa , foi para um canteiro tentou fazer um buraco para se esconder, com o objectivo de nos tentar proteger .... lá se deitou e foi !

Poderam existir mil e um projectos ... Podemos criar muitos projectos de vida, mas nunca saberemos se eles se concretizarão! Para que criar projectos? Ela fazia parte do meu projecto de vida e de repente o meu projecto ficou incompleto ... Eu aprendi com a minha cadelinha uma coisa extremamente importante.

* O principal projecto que devemos tentar criar é saber como sermos felizes e como provarmos a alguém que amamos que o que sentimos é verdadeiro e sincero!

Para sempre no meu coração <3 ... Adeus!

Sentimo-nos ...:
Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

O projecto ...

* Para o projecto das Cidades Criativas nos decidimos apostar na nossa Cidade, Vila do Conde.

 O projecto que vamos fazer consiste na dinamização e divulgação das Rendas de Bilros.

Para isso, já que as rendas de bilros vêm dos nossos antepassados e está a cair em desuso, nós decidimos escolher um dia por ano para trazer a tradição de volta.

Escolhemos uma boda de casamento, em que antigamente se utilizavam este tipo de rendas nos vestidos da noiva, meninas das alianças, toalhas, cortinas para a casa dos noivos, paninhos e muitos mais acessórios de decoração.

Com isto, nós esperamos que a nossa cidade seja reconhecida e que chame a atenção das pessoas das outras cidades, vilas e aldeias para nos virem visitar e saberem mais sobre as rendas de bilros de forma a mostrar como estas rendas podem ser interessantes.

 

Sentimo-nos ...:
Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

Museu dos Bilros em Vila do Conde! :)

 

 

 # Associação para defesa do artesanato e património de Vila do Conde.

Instalado em 1991 na Casa do Vinhal, típico solar urbano do séc.XVIII, o Museu veio criar uma dinâmica em torno das Rendas de Bilros, nomeadamente na sua divulgação. O edifício mantém ancestrais ligações às Rendas de Bilros, pois nele se sediou e funcionou a Escola de Rendas.

A colecçao do Museu  da Rendas de Bilros é composta por todo o tipo de instrumentos e materias utilizados na produção de Rendas de Bilros. Do acervo do Museu fazem parte belos exemplares de Rendas de Bilros, desenhos e piques, bilros e almofadas e documentos vários. Merece ainda referência a colecçao de bilros e almofadas estrangeiras, testemunho dos sucessivos contactos com centros produtores além-fronteiras.

A exposiçao permanente do Museu para além de apresentar a tradicional renda Vilacondense, expõe, simultaneamente, várias rendas comtemporâneas, fruto de um conjunto de actividades desenvolvidas com outros centros produtores de rendas na Europa, bem como enumeros trabalhos concebidos por estilistas nacionais.

Mas a presença de Rendilheiras que, num recanto cheio de luz, mostram aos visitantes a sua perícia na arte de bem dedilhar os bilros, constitui um particular motivo de interesse do único Museu de Rendas de Bilros em Portugal.

 

                                                                                                                                                           

 

Sentimo-nos ...:

"Aula de arquitectura!" :P

Ora portanto ... quando falamos de cidades, indirectamente tocamos em arquitectura, pois, o que seria uma cidade sem arquitectura?

Entao no dia 4 de Dezembro, a nossa professora convidou uma professora de arquitectura da universidade do Porto, Drª  Clara Pimenta do Vale, para nos dar uma aula diferente.

Nessa aula a DrªClara mostrou-nos uma série de cidades, como se organizavam, que tipo de construção tem e como estão organizadas. De uma maneira geral, ela deu-nos uma defenição alargada de "cidade".

 

*Obrigada (: 

:D

 

* O nosso grupo decidiu fazer um video com as fotografias tiradas ao longo da visita a cidade de Vila do Conde. Aqui encontram-se todos os lugares que visitamos... Para terem uma pequena ideia de o quanto é bonita, historica e cultural a nossa cidade.

 

 

Sentimo-nos ...:
Quinta-feira, 29 de Novembro de 2007

* Passeio pela nossa maravilhosa cidade (;

 

 A nossa professora de A.Projecto, Manuela Vaz, decidiu ,que para um melhor conhecimento de Vila do Conde, deveria de nos levar a passear pela cidade. Na foto estao presentes toda a turma e professora, situados num ponto chave, estamos perto do mosteiro Santa Clara. E voces perguntam : " E porquê que estas raparigas dizem ponto chave? . Passamos a explicar xP ... Daqui temos uma perspectiva diferente da cidade, daqui avistamos tudo e mais alguma coisa, o "nosso" rio ave, a "nossa" igreja matriz ..., praticamente toda a nossa cidade :D . O principal objectivo da nossa professora foi , para além de nos mostrar a cidade, de nos mostrar que havia uma série de pontos em que cada grupo podesse pegar em Vila do Conde de uma forma criativa.

 

Nao há duvida que temos uma cidade lindíssima.

 

Vila do Conde é uma cidade repleta de história e encantos naturais. Possui uma quantidade de monumentos representativos de várias épocas, espaços lindos. É uma cidade relativamente calma. Percorremos  Vila do Conde quase na sua totalidade, desde do mosteiro de santa clara ao museu das rendas de bilros.

 

Nao podiamos deixar de dar uma especial atençao à simpática senhora que nos recebeu tao bem no museu das rendas de bilros ...

 

 

Os nossos sinceros agradecimentos

 

Terça-feira, 20 de Novembro de 2007

"Romance de Vila do Conde" de José Régio

Vila do Conde, espraiada
Entre pinhais, rio e mar!
- Lembra-me Vila do Conde,
Já me ponho a suspirar.

Vento Norte, ai vento norte,
Ventinho da beira mar,
Vento de Vila do Conde,
Que é a minha terra natal!
Nenhum remédio me vale
se me não vens cá buscar,
Vento norte, ai vento norte,
Que em sonhos sinto assoprar...
Bom cheirinho dos pinheiros,
A que não sei outro igual,
Do pinheiral de Mindelo,
Que é um belo pinheiral
Que em Azurara começa
E ao Porto vai acabar...
Se me não vens cá buscar,
Nenhum remédio me vale
Nenhum remédio me vale,
Se te não posso cheirar...

Vila do Conde espraiada
Entre pinhais, rio e mar!
- Lembra-me Vila do Conde,
Mais nada posso lembrar.
Bom cheirinho dos pinheiros...
Sei de um que quase te vale:
É o cheiro da maresia,
- Sargaços, névoas e sal -
A que cheira toda a vila
Nas manhãs de temporal.
Ai mar de vila do Conde,
Ai mar dos mares, meu mar!
Se me não vens cá buscar,
Nenhum remédio me vale,
Nenhum remédio me vale,
Nem chega a remediar

Abria de manhãzinha,
As vidraças par em par.
Entrava o mar no meu quarto
Só pelo cheiro do ar.
Ia à praia e via a espuma
Rolando pelo areal,
Espuma verde e amarela
Da noite de temporal!
Empurrada pelo vento,
Que em sonhos ouço ventar,
Ia à praia e via a espuma
Pelo areal a rolar...

Vila do Conde espraiada
entre pinhais, rio e mar...
Quarta-feira, 14 de Novembro de 2007

Apresentação do grupo ! : D

 

Hello :D ... Este é um dos grupos de Área de Projecto, da turma 12ºG,  da Escola Secundária D.Afonso Sanches de Vila do Conde. A cidade em que vamos trabalhar será exactamente, onde se localiza a nossa escola, a cidade de Vila do Conde. Bem, participamos no projecto Cidades Criativas com o objectivo de dar a conhecer melhor a nossa cidade e mostrar qué é possivel  melhora-la em alguns aspectos.

 

Vamos dar o nosso melhor. ;D ;D

 

@ E claro, nao podiamos deixar de mostrar a nossa escola (:

 

 

 

*Curiosidades

*Cusca aqui ;P

 

*Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31

*posts recentes

* Meta final !

* Bolo !

* Vestuário dos noivos!

* Vestuário das meninas de ...

* Vestuário para os Padrinh...

* Vestuário das Damas de Ho...

* Vestuário para o Padre!

* Decoração para a Quinta!

* Decoração para a Igreja !

* Cestinho das alianças <3

* Lembrança para os convida...

* Convites :D

* Locais para a cerimónia e...

* O necessário para a reali...

* Um Património a Preservar...

* Entrevista a uma rendilhe...

* Como divulgar o nosso pro...

* Entrevista adiada !

* Dia cansativooo ...

* A combinar uma entrevista...

* Grupos de Vila do Conde e...

* No Jornal ... :)

* Como se faz uma entrevist...

* O que podes ver no Museu ...

* Porquê um Museu de Rendas...

* Materiais utilizados na a...

* Utensílios usados pelas R...

* Como apareceram as Rendas...

* O que são rendas de bilro...

* Conhecer o Passado ... Pr...

* " Um aparte importante .....

* O projecto ...

* Museu dos Bilros em Vila ...

* "Aula de arquitectura!" :...

* :D

* * Passeio pela nossa mara...

* "Romance de Vila do Conde...

* Apresentação do grupo ! :...

*arquivos

blogs SAPO

*subscrever feeds